Criando Grupos de Posicionamento de Proximidade

Olá galera,
Vocês conhecem os Grupo de Posicionamento de Proximidade no Azure e para o que servem?
Com os grupos de proximidade, vocês podem colocar as suas Máquinas Virtuais o mais próximas possível, alcançando assim a melhor latência possível. Estes grupos de proximidade é um agrupamento lógico para garantir que os recursos computacionais estejam fisicamente localizados próximos um do outro.
ppg Continue lendo “Criando Grupos de Posicionamento de Proximidade”

Participação no Evento CloudUp 2019

Ontem (10/11/2019) tive a grande prazer de palestrar com meu amigo Clairo Dorneles, voluntariamente no evento CloudUp – 3° Edição. Simulamos ao vivo uma ameaça e resposta automatizada através do Azure Sentinel, ferramenta de SIEM da Microsoft. OBRIGADO a todos que participaram deste grande evento e em especial aos organizadores Erik Filippini e Felipe Santos pelo convite.

Continue lendo “Participação no Evento CloudUp 2019”

Criando VMs de 2° Geração no Azure

No ultimo dia 04/11/2019, a Microsoft finalmente disponibilizou de forma geral as VMs de segunda geração, que tínhamos em nosso Hyper-v local deste o Windows Server 2012 R2. Elas possuem uma nova arquitetura baseada em UEFI que é diferente da baseada em BIOS da geração 1. Com estas VMs, segundo a Microsoft, você poderá:

  • Criar VMs maiores (com até 12 TBs).
  • Provisionar tamanhos do disco do SO que excedam 2 TBs.

Continue lendo “Criando VMs de 2° Geração no Azure”

Criando regras para acesso condicional no Azure Active Directory para IMPOR aos seus Administradores o MFA (Autenticação de Multifator)

conditional-access-signal-decision-enforcement
Buenas!!!

As políticas de acesso condicional são instruções se-então, se um usuário quiser acessar um recurso, então ele deverá concluir uma ação antes.

Segundo a Microsoft as políticas comumente aplicadas são:

  • Exigir a autenticação multifator para usuários com funções administrativas
  • Exigir a autenticação multifator para tarefas de gerenciamento do Azure
  • Bloquear entradas de usuários que tentam usar protocolos de autenticação herdados
  • Exigir localizações confiáveis para o registro da Autenticação Multifator do Azure
  • Bloquear ou permitir acesso em localizações específicas
  • Bloquear comportamentos de entrada de risco
  • Exigir dispositivos gerenciados pela organização para aplicativos específicos

Muito importante, para utilizar este recurso você deve ter no mínimo uma licença “premium” de seu Azure Active Directory.

Como demonstração irei impor o MFA ( Autenticação e Multifator para todos os usuários administrativos ).
Continue lendo “Criando regras para acesso condicional no Azure Active Directory para IMPOR aos seus Administradores o MFA (Autenticação de Multifator)”